Residência Autônoma 2022

Esta publicação é um olhar sobre proceso criativo do espetáculo dentro do projeto “Malabamétrico: Renovação Intercâmbio e Circulação”. Um olhar para a segunda etapa do projeto, chamada #ResidênciaAutônoma. O projeto previa cinco meses de residência com a meta de chegar a 60 dias de trabalho e uma carga horária de 180 horas investidas em ensaios, cursos, laboratorio, rodas de conversa, mostra de processo, pesquisa, criação, cenografia, escrita de roteiro etc e pediu adequaçao de cronograma para extender a residên residência mais um mês. A mudança veio para possibilitar um mês de assimilação individual e preparação para a saida de residência e entrada em circulação. Ao todo, foram seis meses de #ResidênciaAutônoma, com 268 horas investidas em 81 dias de trabalho. Foram 20 dias de cursos, 10 dias de Laboratório de Criação Circense, seis dias de rodas de conversa, uma mostra de processo e pelo menos 38 dias dias de trabalhos individuais em processo de criação com foco na renovação do #Malabamétrico, para uma nova versao que pudesse ser feita em espaços alternativos e com menos estrutura.Na “saida de residência”, o #Malabamétrico teve a oportunidade de realizar seis apresentações para testar sua nova versão com o publico e seguir em proceso de assimilaçao, renovação e intercâmbio.

Esta publicação foi elaborada para apresentar uma perspectiva sobre o processo criativo do espetáculo “Malabamétrico”, especialmente, um olhar para a 2ª etapa do projeto “Malabamétrico: Renovação, Intercâmbio e Circulação” chamada de #ResidênciaAutônoma, correspondente ao período do processo criativo no projeto. Ao todo foram seis meses de trabalho em sala de ensaio com diversas atividades em uma carga horária total de 268h investidas!

Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do programa de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

Malabamétrico – Trajetória

Esta públicação integra um bloco de três publicações e traz uma retrospectiva do processo de criação do espetáculo de 2014 a 2022. Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

Malabamétrico e um espetáculo solo de circo-dança-teatro que começou em 2014 e desenvolveu-se a partir de um “número circense”. Em criaçao continuada junto à tentativa e erro em apresentações, o número circulou pelo Brasil (SP, RJ, MG, SC e GO) e tambem cirtculou por Paraguai, Uruguai, Argentina, França e Italia. Em 2018, contemplado pelo 1º Edital de Criação Artistica – Linguagem Circo a criação chegou a sua 1ª versão como espetaculo, com 25 minutos de duração. E 2019 concebeu uma versão no primeiro semestre, e outra no segundo. Em 2020 e 2021, em meio à pandemia, o espetáculo se transformou novamente, e com apoio do ProAc 08/2020 – Registro e Licenciamento de Espetaculos Circenses para a Plataforma CulturaEmCasa imergiu novamente nos estudos da dramaturgia da obra, criou uma versão de “Cine Circo”. Em 2022, o projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo e passou por intenso processo de #ResidênciaAutônoma em formação, intercambio e renovação do espetáculo!

artigo – criador e criatura

Finalizando as ações de contrapartida do projeto “Malabamétrico: Renovação, Intercâmbio e Circulação” desenvolvi um artigo elaborando sobre a trajetória de senvolvimento, criação e aprimoramento do Malabamétrico. Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

RESUMO

Este artigo trata sobre o processo de criação de uma obra circense – #Malabamétrico de Artur Faleiros- em uma abordagem sobre sua trajetória, percursos e o contexto no qual se insere. Para além de seus processos criativos e inventivos, também observa os métodos  e pensamentos aplicados na criação. De forma conectada a esta trajetória e criação também se aborda o aprimoramento técnico e artístico de criador, criação e criatura bem como sobre os percursos formativos, residências artísticas, a criação do Laboratório de Criação Circense e a escrita do livro “#ApostiLAB: – LABORATÓRIOS CIRCENSES: 63 práticas autônomas para criações” com outras ferramentas que  margeiam e se junta-põem aos processos de criação, aprimoramento e desenvolvimento do #Malabamétrico e a minha como artista, autor, produtor cultural e orientador artístico, trago neste artigo um resumo da trajetória em retrospectiva da criação do espetáculo. Desde seus primeiros traços na criação de um número circense com a duração de cinco minutos até o seu desenvolvimento atual com 35 minutos de cena e a construção de uma rede de apoio com diversas pessoas atuando na produção, técnica, trilha sonora etc.   

[LIVE] #Malabamétrico (05/11/2022)

No sábado, 05 de Novembro, o Galpão Jambu abre as portas para uma apresentação presencial com transmissão ao vivo do solo #Malabamétrico. A apresentação acontece às 19h, com chegada à partir das 18h30. O público poderá contribuir voluntariamente, ao chapéu, para colaborar com a gestão do espaço.

MALABAMÉTRICO é uma obra solo de circo-dança-teatro com criação e interpretação de Artur Faleiros. Em cena uma personagem com Transtorno Obsessivo Compulsivo luta contra suas próprias paranóias para realizar uma apresentação na medida!  Uma coreografia milimetricamente marcada, permeada de improvisações absurdas que unem malabarismo, acrobacia e dança com toques de limpeza. 

Criação, Interpretação e Realização: Artur Faleiros

Trilha Sonora: Henrique Mendonça; Produção: Luiza Alves e Fernanda Vilela; Técnico: Guilherme Boranga; Equipe de transmissão e Câmera: Henrique Lima e Luiza Alves

Este Projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa de Fomento ao Circo para a CIdade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

Rua Marco Aurélio, 564 – Lapa – São Paulo (SP)

Solo “Malabamétrico” circula pela capital no mês de Outubro

Com 6 apresentações, o espetáculo vai às zonas norte, sul, leste, oeste, centro e ao mundo virtual 

A partir da sexta-feira (14/10), o espetáculo, Malabamétrico de Artur Faleiros, entra em circulação pelas zonas norte, sul, leste, oeste e centro da cidade de São Paulo, além de uma última apresentação com transmissão ao vivo! As apresentações são gratuitas e vão até  sábado (05/11). A circulação faz parte do projeto “Malabamétrico: Renovação, Intercâmbio e Circulação” contemplado pela 6ª edição do Programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo. Depois de seis meses de residências (e anos de processo), entra em circulação.

Malabamétrico é uma obra solo de circo-dança-teatro com criação e interpretação de Artur Faleiros. Em cena um malabarista com Transtorno Obsessivo Compulsivo luta contra suas próprias paranóias na busca de uma apresentação impecável.  Uma coreografia milimetricamente marcada permeada de improvisações absurdas que unem malabarismo, acrobacia e dança com toques de limpeza. Uma apresentação na medida. O espetáculo tem duração média de 35 minutos  e classificação livre. Recomendado para maiores de 08 anos. 

AGENDA DAS APRESENTAÇÕES:

15/10 – CCSP – Centro Cultural São Paulo (16h30) 

19/10 – CFC Cidade Tiradentes (14h)
20/10- CEU Uirapuru (16h)
27/10 – Circo Social Brasilândia (14h)  

05/11 – Treme Galpão – LIVE e presencial (19h)
18/11 – CEU Cantos do Amanhcer (11h)

FICHA TÉCNICA

Criação, Direção e Produção Executiva: Artur Faleiros (@faleiros.art) 

Trilha Sonora: Henrique Mendonça (@henrique.mendonc)

Fotos: Karina Iliescu

Artes Gráficas: Nathália Barreiro (@nathibarreiro)

Ilustrações: Pincel Atômico – Lucas Fontana (@fontanalucasfontana)

Produção artística: Luiza Alves  (@a___luiza) 

Assistente de produção: Fernanda Vilela (@fernanda.equilibre) 

Para Artur Faleiros “é uma alegria imensa poder circular com este espetáculo! venho trabalhando nele com muitos percalços e muitos achados. É uma pesquisa que tem me ajudado muito a me aprimorar como artista. Tô muito feliz com os avanços do projeto e aproveito pra dizer que 2023 vai ter mais! Tem circulação aprovada pelo ProAc 2023 na capital e interior! Agora é se jogar na pista, experimentar e experienciar com o público!”

Para outras informações sobre o espetáculo acesse: www.faleiros.art/malabametrico

ESTE PROJETO FOI CONTEMPLADO PELA 6ª EDIÇÃO DO PROGRAMA DE FOMENTO AO CIRCO PARA A CIDADE DE SÃO PAULO – SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

#CircoDeDebates: MÉTODOS DE PESQUISA, INVESTIGAÇÃO, CRIAÇÃO 

Na orientação e na criação autoral, como organizar processos? Quais os exercícios e métodos que mais marcam sua trajetória artística? Quais caminhos podemos almejar quando pensamos sobre processos de criação de espetáculos solos? Que Caminhos podemos pensar para nos manter em aprimoramento na criação e artísticamente?

No dia 19/09 aconteceu a 3ª edição do #CircoDeDebates e desta vez conta com a participação de Daniel Satin e Laura Faleiros, que atuam como artistas e com orientações artísticas. Para esta roda de conversa a pergunta disparadora que do encontro foi: quais metodologias são indispensáveis num processo de pesquisa / investigação circense? Satin e Laura foram, respectivamente, responsáveis pelo primeiro e último curso do processo de #ResidênciaAutônoma na renovação do espetáculo malabamétrico no projeto junto ao Fomento ao Circo.

#CIRCODEDEBATES: Espaços de reflexão, trocas e questionamentos sobre processos de criação e “fazeção circense” em rodas de conversas e discussões sobre o encontro dos temas: “Circo contemporâneo”; “Criação” e “Processos Criativos”. A cada rodada, Artur Faleiros convida duas pessoas para participarem da dinâmica. Os encontros são virtuais e gratuitos, via plataforma zoom , com espaços de participação ativa, também, para o público caso haja interesse. O encontro pretende abordar, a partir de relatos pessoais e de uma dinâmica de perguntas “aleatórias”, uma roda de conversa sobre processos de criação.

Convidades: Daniel Satin e Laura Faleiros

Daniel Satin é colombiano, palhaço, bufão, artista plástico e circense há mais de 12 anos. Atualmente reside em SP e tem um espetáculo solo e uma companhia com seus dois irmãos, no grupo Família Barmu. Satin já viajou por diversos países do mundo apresentando espetáculos circenses e fazendo formação em palhaçaria e teatro físico. Sua formação é dada em tentativa e erro nas ruas, praças, parques, teatros, lonas de circo ou qualquer outro espaço não convencional. Além de seu esforço e dedicação no aperfeiçoamento empírico de suas técnicas, Satin já fez diversos cursos que ajudaram a construir seu modo de atuar a partir da fusão de outros estilos e habilidades.

Laura Faleiros trabalha com circo desde 2005. Se formou pela Escola Nacional de Circo no Rio de Janeiro e pela Faculdade Angel Vianna de Dança. É fundadorada CIa AMÁLGAMA, da Cia Bapho e artista convidada de outras companhias como Irmãos Brothers, Cia Crescer e Viver, Circo Amarillo, entre outras. Nos últimos anos esteve em mais de dez países entre America Latina e Europa em projetos de circulação, pesquisa e trabalho. Em 2021 foi contemplada pelo Edital ProAc através do qual desenvolveu o formato atual do seu solo “AsPirações”.

Esta  atividade integra o programa de #ResidênciaAutônoma na renovação do espetáculo #Malabamétrico. Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

#ComunicaArtista – Técnicas e Ferramentas de Comunicação para projetos culturais e artísticos

Artur Faleiros faz lançamento de vídeo aula gratuita com dicas, informações e exercícios de redação para Release e Sinopse. Direcionado para artistas e profissionais da produção cultural a vídeo aula pretende contribuir com o aprimoramento técnico na criação e produção cultural por meio do compartilhamento de Técnicas e Ferramentas de Comunicação para produção de projetos culturais e artísticos… O  vídeo fica disponível no site (www.faleiros.art/comunica-artista) e no canal do youtube (Artur Faleiros) por tempo indefinido.

A aula traz uma introdução sobre release e sinopse em busca de explicar a diferença entre eles; a linguagem que de cada texto . A vídeo-aula faz uma introdução e traz dicas, informações e exercícios práticos para estimular a redação e oxigenar processos de criação e produção de forma interconectada”, segundo Artur Faleiros – responsável pelo roteiro, gravação e edição do projeto.

O material é inédito e organizado pelo artista circense, comunicador e produtor cultural Artur Faleiros Neves.  O acesso é gratuito e já encontra-se disponível. Clique na imagem e assita!

SINOPSE DO PROJETO | Como fazer um release? E uma sinopse? Qual é a diferença entre esses dois textos? Existe uma forma / linguagem certa? Dicas, ferramentas, técnicas e exercícios de redação para elaboração de Sinopse e Release. Uma abordagem sobre a prática de redação e suas estruturas de linguagem.

Este projeto foi realizado com apoio do #ProAC2021 na linha “ProAc Direto nº 39/2021 –  FOMENTO DIRETO A PROFISSIONAIS DO SETOR CULTURAL E CRIATIVO: Modalidade D: Produtores e Gestores culturais.

Artur Faleiros é formado em Comunicação Social pela UNESP e atua como artista, diretor e orientador circense e produtor cultural. É criador dos espetáculos solos “Malabamétrico” e “MCirco”, criador e co-fundador da companhia AMÁLGAMA. É também autor da #ApostiLAB – LABORATÓRIOS CIRCENSES: 63 práticas autônomas para criações” e idealizador do “Laboratório de Criação Circense”.

+++++ NOTA DE SERVIÇO | VÍDEO AULA – #COMUNICAARTISTA

Técnicas e Ferramentas de Comunicação para projetos culturais e artísticos: Release e Sinopse – dicas, informações e exercícios

Realização (roteiro, gravação e edição): Artur Faleiros

Duração:  26 minutos e 13 segundos – Acesso gratuito 

Vídeo no Youtube: LINK DO VÍDEO NO YOUTUBE

Contato: [email protected]

Este projeto foi realizado com apoio do ProAc 39/2021 – FOMENTO DIRETO A PROFISSIONAIS DO SETOR CULTURAL E CRIATIVO

(Link do vídeo) | (Cartazes de Divulgação

#CircoDeDebates – PROCESSOS CRIATIVOS SOLOS – PERCURSOS ARTÍSTICOS

#CIRCODEDEBATES Espaços de reflexão, trocas e questionamentos sobre processos de criação e “fazeção circense” em rodas de conversas e discussões sobre o encontro dos temas: “Circo contemporâneo”; “Criação” e “Processos Criativos”. A cada rodada, Artur Faleiros convida duas pessoas para participarem da dinâmica. Os encontros são virtuais, via plataforma zoom , com espaços de participação ativa, também, para o público caso haja interesse. (Clique aqui e confira mais informações sobre a 1ª edição)


No dia 25/08 aconteceu a 2ª edição do #CircoDeDebates e desta vez com a participação de Vulcanica Pokaropa e Jorge Zeta. Para esta roda de conversa a pergunta disparadora do encontro foi:  Como pensar a organização de processos em criações individuais?

PROCESSOS CRIATIVOS SOLOS – PERCURSOS ARTÍSTICOS: Pesquisa, Investigação, Criação, Aprimoramento, Direção, Composição, Coreografia…o que é e como se organizam os processos criativos e suas etapas?…uma reflexão sobre os percursos artísticos na construção de um espetáculo solo Circense… quais os pensamentos por trás dos processos criativos na criação? 

25/08/2022 – Quinta-feira (20h) – Via Zoom

Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

Convidades da rodada:

Jorge Zeta é artista cômico com pesquisa em circo-teatro desde 2002. Integrante e fundador da “The Pambazos Bross” (2004) com a criação de 6 espetáculos que circularam mais de 25 países. Estudou com grandes mestres da arte circense, como Anatoli Lokachtchouk, Ricardo Pucceti, Chacovachi, Leris Colombaioni e Pierre Byland entre outros desde 2015 desenvolve uma oficina de montagem de números cômicos. Em 2020 começa a montagem do solo Viktor e Brutus, com direção de Ricardo Pucetti.

Vulcanica Pokaropa é Travesti formada em Fotografia, Mestra em teatro pela UDESC, Doutoranda em Artes pela UNESP. Produtora Cultural, Artista Plástica, Circense e Visual. Sua pesquisa aborda a presença de pessoas Transexuais, Travestis e Não Bináries no Teatro, Performance e Circo. Produtora da série “Desaquenda” que foi seu principal trabalho do Mestrado e está disponível no youtube pelo canal da “Cucetas Produções. Integra a Cia Fundo Mundo de circo, formada exclusivamente por pessoas Transexuais, Travestis e Não Bináries.

Malabamétrico – Mostra de Processo com Escuta ativa

Na quinta-feira (18/08), às 20h o Centro Cultural Tendal da Lapa abre as portas para uma mostra de processo com escuta ativa do espetáculo #Malabamétrico. Após a apresentação o público será convidado para um bate-papo em formato ensaio aberto! A atividade integra o programa de #ResidênciaAutônoma em busca de renovação do espetáculo. Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura para a renovação do espetáculo que entra em circulação no mês de Outubro! 

SINOPSE | MALABAMETRICO é uma obra solo de circo-dança-teatro com criação e interpretação de Artur Faleiros. Em cena uma personagem com Transtorno Obsessivo Compulsivo luta contra suas próprias paranóias na busca de uma apresentação impecável.  Uma coreografia milimetricamente marcada permeada de improvisações absurdas que unem malabarismo, acrobacia e dança com toques de limpeza. Um espetáculo na medida.

Duração média: 30 minutos

#Malabamétrico- Mostra de processo com escuta ativa

18/08 – 20h – quinta-feira

Centro Cultural Tendal da Lapa – Av Guaicurus, 1100

FICHA TÉCNICA

Criação e Direção: Artur Faleiros

Trilha Sonora: Henrique Mendonça

Foto: Ariane Artioli

Cartaz: Nathália Barreiro

Ilustrações: Pincel Atômico – Lucas Fontana

Produção: Faleiros.ART

Produção artística: Luiza Alves

Assistente de produção: Fernanda Vilela

#LABCursos com Laura Faleiros (inscrições abertas)

DANÇA E CIRCO: ESTUDOS DO MOVIMENTO | OFICINEIRA: LAURA FALEIROS

Três dias de encontros para abordar princípios da dança para experimentações circenses. A condução pretende abordar códigos de Laban e somar experimentos de relação do espaço interno x externo; Sensação & Imagem, composição e coreografia. Esta edição do #LABCursos é pensada para provocar corporeidades circenses a partir de estimulos da dança.

O #LABCursos é uma extensão do @labdecirco que convida artistas que inspiram para comaprtilhar ferramentas, repertório, referências etc.

Encontros online via zoom
30/08, 31/08 e 01/09 – 9h30 às 12h30

Encontros online via zoom

0

Inscrições: 10 a 25 de Agosto
Atividade gratuita – 15 vagas

Laura Faleiros trabalha com circo desde 2005. Se formou pela Escola Nacional de Circo no Rio de Janeiro e pela Faculdade Angel Vianna de Dança. É fundadorada CIa AMÁLGAMA, da Cia Bapho e artista convidada de outras companhias como Irmãos Brothers, Cia Crescer e Viver, Circo Amarillo, entre outras. Nos últimos anos esteve em mais de dez países entre America Latina e Europa em projetos de circulação, pesquisa e trabalho. Em 2021 foi contemplada pelo Edital ProAc através do qual desenvolveu o formato atual do seu solo “AsPirações”.

#CircoDeDebates: Circo Contemporâneo: Que circo é esse? Roda de Conversa com Erica Stoppel e Maria Carolina

Circo Contemporâneo: Que Circo é esse? Artur Faleiros convida: Erica Stoppel e Maria Carolina

#CIRCODEDEBATES Espaços de reflexão, trocas e questionamentos sobre processos de criação e “fazeção circense” em rodas de conversas e discussões sobre o encontro dos temas: “Circo contemporâneo”; “Criação” e “Processos Criativos”. Artur Faleiros convida, a cada edição, duas pessoas. A 1ª edição acontece às 20h do dia 26/07 e conta com a participação das artistas e docentes Erica Stoppel e Maria Carolina de Oliveira e a pergunta disparadora do encontro é: CIRCO CONTEMPORÂNEO: QUE CIRCO É ESSE?  . O encontro é virtual, via zoom e pretende estabelecer uma dinâmica de participação com perguntas e respostas. O público também poderá contribuir com perguntas!  

Afinal…Que circo é esse que se denomina “contemporâneo”? … “Circo contemporâneo”; “circo clássico”, “circo tradicional” são alguns “rótulos” que permeiam as discussões estéticas e filosóficas sobre o fazer circense na contemporaneidade.  Mas, afinal… Que circo é esse que chamamos “circo contemporâneo”?  

CONVIDADAS

Erica Stoppel é trapezista, docente e pesquisadora. Argentina e residente em São Paulo desde 1992, é formada en Artes escénicas na UNA- (Universidade Nacional das Artes), Argentina e Mestra em Artes da cena pelo Instituto de Artes da Unicamp- SP-Brasil. Erica Stoppel investiga os processos de criação ligados ao circo. Sua atuação artística está aliada à trajetória de diversos colectivos de circo: é co-fundadora do Circo Zanni (2004-2022), do Piccolo Circo Teatro de Variedades (2013-2022) e da Cia das Rosas (2017-2022).

Maria Carolina Oliveira é realizadora circense, professora e pesquisadora. Teve formação livre em circo desde 2001 (passando por experiências no Brasil e exterior), formação de nível básico em dança. É mestre e doutora em sociologia da cultura (USP) e atualmente pesquisadora de pós-doutorado no Instituto de Artes da Unesp com estudo sobre poéticas, políticas e modos de fazer do circo que vem sendo nomeado como contemporâneo. Artista circense há mais de 20 anos, fundou e atua no coletivo A Penca, além de trabalhar em parceria com a Cia Restô d’Ontê e outres artistas em funções como direção, escrita cênica, dramaturgia e preparação corporal. Como pesquisadora, é autora de artigos e publicações relacionados a circo e cultura de forma geral, além de ministrar cursos práticos e teóricos em diversas instituições nos últimos 15 anos.

Esta  atividade integra o programa de #ResidênciaAutônoma na renovação do espetáculo #Malabamétrico que ainda prevê mais duas edições do #CircoDeDebates. Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do programa de Fomento ao Circo para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

26/07/2022 – Terça-Feira (20h) | #CircoDe Debates – Roda de Conversa

Articulação: Artur Faleiros | Convidadas: Erica Stoppel e Maria Carolina Oliveira

Atividade via Zoom – confira a gravação da roda de conversa: https://www.youtube.com/watch?v=HxbldzEpi94

(19/07) #MCirco – LIVE: apresentação e bate-papo no zoom

Terça, 19/07, às 19h30 acontece a última apresentação do espetáculo #MCirco pelo projeto “Movimentos Cruzados: Hip Hop e Circo” realizado junto ao ProAc 10/2021. A apresentação acontece em formato virtual com transmissão via #Zoom.

link da sala – senha: mcirco

MCirco

Entre rimas e truques beats e “looks”, MCirco apresenta um mundo com ritmo, poesia, malabarismo, comicidade, música e mensagem. Um mestre de cerimônias rapper circense que transita entre a realidade e a ficção, o hip hop e o circo.

Para outras informações, acesse: www.faleiros.art/mcirco

FICHA TÉCNICA

Intérprete: Artur Faleiros

Direção: Amálgama

Trilha sonora: Tiago Frúgoli

Identidade Visual: Nathália Barreiro

Convidado Especial: Yuri Quitério

Produção Executiva: Faleiros.ART e Fernanda Vilela

A sala de espera está aberta das 19h15 às 19h30 para começar a transmissão. A senha de acesso é “mcirco”. A tranmissão começa pontualmente às 19h30

#LABCursos: Criação Compartilhada com Fran Marinho – [CANCELADO]

CRIAÇÃO COMPARTILHADA:CIRCUITO DE AÇÃO E INTERCÂMBIO NAS REDES E NAS RUAS

Às quartas de agosto o  #LABCursos organiza o 5º ciclo de encontros formativos. Os encontros acontecem das 9h30 às 12h nos dias 3, 10, 17, 24 e 31 de Agosto! Um espaço de compartilhar informações e estratégias. Amparos e olhares para criações de espetáculos solos para rua!  Serão 5 encontros virtuais para estabelecer estratégias e exercícios práticos para rua! A cada semana, artistas participantes irão receber provocações para experimentar nas ruas até o encontro seguinte para compartilhar coletivamente impressões, perspectivas e caminhos.

Na medida do possível, serão propostas saídas em duplas de trabalho ao longo da semana. Neste sentido, o #LABCursos irá valorizar inscrições individuais que indiquem duplas de trabalho! Você pode se inscrever e indicar outra pessoa que está se inscrevendo para que ela seja a sua dupla de apoio este mês. 

FRAN MARINHO:  Palhaça, acrobata, artista de rua, gestora cultural e pedagoga. Desde 2007, Organiza, articula e participa de encontros, festivais e convenções de palhaço e circo no Brasil e na América Latina. Desenvolve sua pesquisa artística através da vivência e estudo com grandes mestres e mestras do Brasil e do mundo, tendo concluído em 2015 sua formação pela Escola Livre de Palhaços – ESLIPA. Atualmente faz parte da grade de mestras da ESLIPA. É gestora do Espaço Cultural Circo do Asfalto desde 2015 e vivencia práticas de circulação em família com casa-carro em perspectivas de desterritorialização e intercâmbio permanente.

 Como assim? Quem pode particiar?

Os trabalhos devem ser solos / individuais; mas ….as saídas de rua serão feitas em duplas. Neste sentido, iremos valorizar na seleção inscrições de Artistas que:

a) indiquem uma dupla para participar junto do curso em suas criações individuais; ou

b) a possibilidade de formar duplas a partir dos territórios de atuação

Repetimos: não é uma condição excludente não ter uma dupla no momento da inscrição!!!

Para participar, é preciso:

– ter um número ou espetáculo solo (serão disponibilizadas 2 vagas para pessoas que ainda não tenham começado criações, mas que tenham desejo de testar coisas e se jogar na rua!) 

– ter disponibilidade para participar dos 5 encontros

– ter disponibilidade para fazer, além do curso, um dia de “práticas de rua” por semana em horários autônomos

Não é obrigatório indicar uma dupla, mas será considerada a articulação entre Artistas que se indicarem mutuamente como duplas de trabalho.

A ação integra o percurso de renovação, intercâmbio e circulação do projeto Malabamétrico em sua etapa de Pesquisa e Investigação organizada como parte da #ResidênciaAutônoma de Artur Faleiros em sua criação. Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo

#LABCursos com Fran Marinho – CRIAÇÃO COMPARTILHADA: CIRCUITO DE AÇÃO E INTERCÂMBIO NAS REDES E NAS RUA

03, 10, 17, 24 e 31 de Agosto, das 9h30 às 12h

Atividade Virtual e Gratuita

Oficineira: Fran Marinho

Organização: Faleiros.ART

MCirco nas escolas

#MCirco é a nova criação solo de Artur Faleiros. Uma personagem que mistura Hip Hop e Circo a partir das figuras dos mestres de cerimônias das duas linguagens. A estréia do projeto está prevista para o dia 20 Junho, têm duas transmissões ao vivo e cinco apresentações presenciais nas periferias da Zonas Norte, Sul (2), Leste e Oeste da capital paulistana. A estreia conta com apresentação presencial com transmissão ao vivo no Circo no Beco pelas redes do @faleiros.art e do @circonobeco. Este projeto foi realizado com apoio do ProAc Nº 10/2021.

A criação começou em Fevereiro deste ano Além do artista, criador e intérprete, o projeto conta com acompanhamento de direção da companhia Amálgama (Gui Bressane, Laura Faleiros e Marina Viski). A trilha sonora é composta originalmente para o espetáculo pelo beatmaker eprodutor musical Tiago Frúgoli e a Identidade Visual feita pela designer Nathália Barreiro. A produção conta ainda com parceria da produtora Fernanda Vilela.

FICHA TÉCNICA

Direção, Criação e intérprete:Artur Faleiros;

Direção Amálgama:

Artur Faleiros, Gui Bressane, Laura Faleiros e Marina Viski;

Trilha Sonora: Tiago Frugoli

Produção executiva: Artur Faleiros

Produção Artística: Fernanda Vilela;

Identidade Visual: Nathália Barreiro;

Fotos: Laura Faleiros;

Convidado Especial: Yuri Quitério

#LABCursos #4 – Dramaturgia e Escritura Circense com Tato Villanueva

Linguagem: portunhol

Nos dias 13, 14 e 15 de Julho, das 18h às 21ho acontece a 4ª edição do #LABCUrsos como parte da programação da #ResidênciaAutônoma do espetáculo Malabamétrico. Desta vez, o artista convidado é o argentino Tato Villanueva com o curso: “Dramaturgia e Escritura Circense”. São 15 vagas para artistas participarem do processo em Atividade virtual e gratuita. As inscrições vão até o dia 07/07 e participantes com mais de 75% de presença ganham uma edição da #ApostiLAB.

O curso aborda a discussão e o reconhecimento de diferentes partes que compõem uma obra de circo. Assim como que tipos de ritmos se acentua em seu desenvolvimento e composição. Um convite para imaginar e detectar os pontos de climax, ponto de giro. Será feita uma abordagem com exemplos de materiais contemporâneos de circo como apoio para a discussão de qual estrutura é utilizada. O curso também aborda algumas palavras e conceitos que pertecem à tradição circense a fim de revisarlas e reescrevê-las a partir de uma perspectiva atual e contemporânea. O curso é indicado para artista com criações em andamento, os exercícios usaram como apoio o material base de cada artista.

TATO VILLANUEVA é Argentino, ator, palhaço, docente e diretor. Tem formação em teatro e música com Licenciatura em Atuação pelo Instituto Universitario Nacional de Artes de Buenos Aires. De manera independente se formou naArgentina e no exterior com grandes mestres como Víctor Avalos, Chame Buendía, Osqui Guzmán, Marcelo Savignone, Emilio García Wehbi, Gardy Hutter (Suiza), Eccentric Abner (EEUU), entre outros. Participou de mais de 30 festivais internacionais com seus espetáculos solo: “Galíndez” y “Molavin”, e também em missões com os Palhaços Sem Fronteiras em Zonas de Conflito armado. É membro ativo da cooperativa de Trabalho “Proyecto Migra”, intérprete no espetáculo “Un Domingo”, onde também atua como diretor artístico. Entre seus trabalhos como diretor, se destacam: “Libra” 2022 Chile; “Cachimonia” 2019 Brasil; “BRUTO” 2018 Argentina; “Radio nómada” 2018 Mexico;. “Mente en blanco” 2018 México; “Molavin” 2016 Argentina.

Cartaz e Identidade Visual: Nathália Barreiro

Fotografias: Rafael Vilela

Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

#LABCursos #3 Criação Cômica com Giulia Nina

💙Desing powered by @nathibarreiro

#CriaçãoCômica: Ferramentas e Técnicas para gerar o riso #LABCursos #3

O espaço virtual será transformado em um laboratório para pesquisa, que visa a criação ou aprimoramento de cenas, bem como a inclusão da comicidade em números de habilidades circenses. Através de exercícios que estimulam a criatividade, com base nas chaves e teorias do humor, serão apresentadas ferramentas e técnicas para atingir o riso, através da elaboração de roteiros. O mundo já está cheio de problemas, mas vamos descobrir como se meter em mais alguns e resolvê-los de maneira única?

A convidada desta edição vem de um flerte antigo de conversas criativas…minha parSa de reuniões mil, Artista e ativista foda cheia de bagagem e repertório de uma trajetória entre a música, malabarismo, comicidade e filosofia (e etc) numa formação que teve experiências tipo…viver quase um ano com Avner, o excêntrico entre outras.

Sobre Giulia Nina

Giulia é palhaça, atriz, artista circense e produtora cultural. Pesquisa a união do circo, riso e música em cena. Em 2010, fundou o grupo Caravana Tapioca e se apresentou em diversas praças, palcos e picadeiros do país. Também realiza circulações pelo sertão nordestino, unidades da Fundação CASA e outros espaços, reafirmando o compromisso de partilhar arte com variados públicos. Integra o elenco dos Palhaços Sem Fronteiras. Estudou palhaçaria com Sue Morrisson, no Canadá e com Avner Eisenberg nos EUA. Orienta artistas em processos criativos. Escreveu e lançou o livro “Baú Circo no Beco: histórias de um picadeiro a céu aberto”. É bacharel em filosofia e tem como foco de seus estudos o riso.

Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura

+++ LABCursos – Criação Cômica: Ferramentas e técnicas para gerar o riso

Oficineira: Giulia Nina

01, 06, 08, 13 e 15 de Junho – das 9h30 às 11h30

Encontros online – atividade gratuita – 15 vagas

Inscrições via formulário (clique aqui para se inscrever)

#LABCursos #2 Trilha Sonora para espetáculos circenses com Herique Mendonça

Trilha Sonora para Espetáculos de Circo: Do estúdio ao palco

Oficineiro: Henrique Mendonça (Barcelona/São Paulo)

A oficina acontece nos dias 3, 10, 17 e 24 de Maio (terças-feiras), das 9h às 12h com transmissão online. São 15 vagas gratuitas para artistas circenses com interesse em discutir e aprofundar nos estudos sobre a Trilha Sonora de suas criações. As inscrições ficam abertas até 26 de Abril. Durante a Oficina, serão estudados os principais conceitos de trilha sonora, música e efeitos de áudio para espetáculos de Circo, unindo tecnologias contemporâneas para a criação artística com a tradição dos Cabarés e Varietés. Os participantes terão a oportunidade de criar uma estratégia sonora para seus números e espetáculos, a partir de ferramentas conceituais e práticas para a criação artística.

Henrique Mendonça é tubista, guitarrista e produtor cultural. Graduado em História pela Universidade de São Paulo. Em 2011, formou o grupo de Jazz e Circo “Cabaré Três Vinténs” e se apresentou no Carnaval de Rua com os blocos “Unidos do Swing” e “Perdidos no Paraíso”. Apresentou-se em Nova Orleans em uma turnê, um grande sonho realizado. É compositor de trilhas sonoras e criador da trilha do espetáculo “Malabamétrico”, em parceria Artur Faleiros desde 2017. Ministrou cursos sobre Música Circense em diversas ocasiões no Sesc-SP. Desde 2019 vive em Barcelona, onde trabalha com os grupos de Swing “Los Boozan Dukes”, “La Raval Jazz Society”, “La Voodoo Jazz Band” e colabora com o artista franco-espanhol Manu Chao.

Participantes com mais de 75% de presença ganham uma edição impressa da #ApostilLAB

Serviço

LAB Cursos#2 – Trilha Sonora para Espetáculos de Circo: Do estúdio ao palco

Oficineiro: Henrique Mendonça (Barcelona/São Paulo)

Terças-feiras de Maio – 03, 10, 17 e 24, das 9h às 12h

Inscrições viaformulário até 26/04 (15 vagas)

Atividade online e gratuita

Este projeto foi contemplado pela 6ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura. “Malabamétrico: Renovação, Intercâmbio e Circulação”.

#LABCursos #1 Orientações Cênicas com Palhaço Satin

De 26 a 30 de Abril o #LABCursos convida 15 artistas para se juntarem ao processo de intercâmbio. O percurso formativo do projeto tem inicio com a oficina “Orientações cênicas de criação e adaptação de apresentações para rua” do colombiano Daniel Satin. A oficina tem duração de cinco dias e propõem três momentos: uma introdução ao tema com discussão sobre a arte de rua, uma exposição teórica e uma parte prática. A oficina pretende colaborar com a discussão sobre o fazer Circense para performances ou apresentações de rua e organiza referências, conceitos, ferramentas e dúvidas. Para participar é necessário ter uma criação em andamento. Não necessariamente inédita.

Daniel Satin é colombiano, palhaço, bufão, artista plástico e circense há mais de 12 anos. Atualmente reside em SP e tem um espetáculo solo e uma companhia com seus dois irmãos, no grupo Família Barmu. Satin já viajou por diversos países do mundo apresentando espetáculos circenses e fazendo formação em palhaçaria e teatro físico. Sua formação é dada em tentativa e erro nas ruas, praças, parques, teatros, lonas de circo ou qualquer outro espaço não convencional. Além de seu esforço e dedicação no aperfeiçoamento empírico de suas técnicas, Satin já fez diversos cursos que ajudaram a construir seu modo de atuar a partir da fusão de outros estilos e habilidades.

+++ #LABCursos

“Orientação cênicas:  adaptação e criação de apresentações para rua”

Oficineiro: Daniel Satin

26 a 30 de Abril, terça a sábado, das 9h às 12h

carga horária: 15h – Atividade gratuita – ONLINE

15 vagas – Inscrições até 20 de Abril

#APostiLAB – Lançamento e Edição Virtual – 4º FIC

No dia 28 de Março,  às 16h, Artur Faleiros faz o lançamento virtual da “#ApostiLAB – Laboratórios Circenses; 63 práticas autônomas para criações” junto ao evento “Tarde de Autógrafos”. O evento acontece no Centro de Memória do Circo na programação do 4º Festival Internacional de Circo junto a dezenas de autores e autoras circenses. Com o lançamento, o material fica disponível para download gratuito em formato PDF nos sites festivalinternacionaldecircosp.com e www.faleiros.art por ao menos dois meses. O evento de lançamento é presencial. Entrada por ordem de chegada. 

A #ApostiLAB reúne jogos, exercícios, métodos, ferramentas e propostas de práticas para criações circenses para ser trabalhada desde a individualidade e com autonomia. O livreto tem edição independente  e 84 páginas com metodologias sistematizadas demais de 30 artistas-docentes em um desdobramento direto da formação artística do autor e da sistematizações e adaptações de práticas no Laboratório De Criação Circense (@labdecirco) e outras Residências Artísticas, Cursos Livres e Oficinas. Artur Faleiros é artista circense desde 2008 e além da #ApostiLAB e do #LABoratórioDeCriaçãoCircense também é criador e intérprete do espetáculo solo “Malabamétrico”, criador e intérprete na companhia “Amálgama” e em 2022 prevê a estreia de mais uma criação solo, com direção da companhia. A #ApostiLAB é um projeto contectado ao #LaboratórioDeCriaçãoCircense, um projeto de residência e criações artísticas [Clique aqui e veja mais]

Foto: Fernanda Vilela

Publicações da “Tarde de Autógrafos”

Revista FIC – Festival Internacional de Circo – 4.ª Edição
Edição: Associação dos Amigos do Centro de Memória do Circo

 #ApostiLAB – Laboratórios Circenses: 63 práticas autônomas para criações 
Artur Faleiros Neves (Organização)

Circa Festivália – Ensaios e reflexões sobre artes circenses escritos por mulheres – Andréa Barbour, Bárbara Francesquine, Fernanda Vilela e Maria Carolina Vasconcelos Oliveira (Org.)

Memórias Poéticas da Diversidade – Suzie Bianchi

Sagrado Circo – Samira Lemes 

Repetir até ficar diferente: índices de uma experimentação acrobática e cênica com a Cia. CLE
Samara Garcia

Os Bufões estão de volta de Alysson Lemos

Circo e comicidade – Reflexões e relatos sobre as Artes Circenses em suas diversas expressões
Diocélio Batista Barbosa (Org.), Maria Carolina Vasconcelos Oliveira (Org.) – Digital

Dramaturgias circenses – escritas em processo
Diocélio Batista Barbosa (Org.)

O Diário de Polydoro
Verônica Tamaoki (Org.) 

Diário de um malabarista – Papua Nova Guiné
Rogério Piva

Coleção Literatura de Cordel
Cordéis de um malabarista
Rogério Piva

++ TARDE DE AUTOGRAFOS – Evento de Lançamento da #ApostiLAB: 63 práticas autônomas para criações

28 de Março – 16h – Centro de Memória do Circo – Galeria Olido

Av São João, 473 – Centro – São Paulo SP

Programação do FIC – Festival Internacional de Circo – 4.ª Edição

Download do material a partir de 28/03 aqui e no site do 4º FIC

www.faleiros.art e https://www.festivalinternacionaldecircosp.com/

×

Olá!

Você pode enviar mensagem diretamente por Whatsapp, basta clicar no contato abaixo...

×